A reinvenção do varejo na era digital


Os avanços tecnológicos dos últimos anos e o cenário econômico mundial mudaram a forma de comunicar, vender e consumir. Essa nova fase do Comércio tem uma proporção gigantesca e o que assombra os empreendedores é o desconhecimento de novas técnicas e de como aplicá-las.

A nova era do Varejo, conhecida como Varejo 4.0, concilia as tendências da internet com o mundo real para aprimorar a experiência de compra e o relacionamento com o cliente. Agora, acompanhar o comportamento do público da sua empresa é a chave para reinventar suas estratégias de venda.

O Varejo 4.0

Esse novo modelo veio para mudar a proposta de valor do seu negócio e estabelecer um diferencial competitivo no mercado, utilizando as tecnologias para agilizar a coleta de informações do seu público. Compreendendo os hábitos dos clientes, você consegue identificar qual o meio que eles usam para fazer compras.

Atualmente, os consumidores não buscam apenas por um produto de qualidade; eles querem aprender, ver, tocar, sentir, experimentar, escolher, se divertir, comparar, ser reconhecido, levar o produto, avaliar, criticar, curtir, elogiar e recomendar. A tecnologia e o mundo real se misturam para criar vínculos emocionais e sociais com os clientes. O meio digital é usado como canal de auxílio na compra, e a loja física aprimora essa experiência.

Desafios

Para o consultor em tecnologia, processos e transformação, Fábio Hideke, é preciso aceitar que essa nova era chegou no mundo dos negócios para ficar. “O maior desafio não é nem entender a tecnologia ou ter acesso a ela, pois isso será cada dia mais fácil e barato. Mas, sim, sair da negação e do medo do desconhecido para ser um explorador de um mundo em transformação”, afirma.

O percentual de vendas pela internet está aumentando cada vez mais em relação às vendas em lojas físicas porque as pessoas dificilmente saem da sua rotina para ir atrás de um produto específico. Para aplicar o Varejo 4.0 é preciso lembrar das duas tendências desse novo modelo de negócio: a tecnológica e a comportamental.

A tecnológica pensa em promover experiência de uso dos produtos, melhorar a interação com os clientes e possíveis estratégias de oferta de produtos certos, para a pessoa certa, no momento certo. Já a comportamental, foca no compartilhamento. Cada vez mais, os consumidores estão preocupados com as questões sociais e ambientais. Ou seja, as pessoas querem ter acesso à informação, e não a posse de um produto qualquer, sem valor.

Os comentários estão encerrados.

Dúvidas? Confira nosso FAQ