Empresas de telefonia são as que mais perturbam consumidores

Em São Paulo os cidadãos podem optar por não receber mais contatos.

Vivo, NET e TIM são as empresas que, em 2019, mais perturbaram os consumidores paulistas com ligações de telemarketing, segundo a Fundação Procon-SP. Informações divulgadas pelo órgão indicam que as três mantiveram as posições de mais insistentes — conquistadas em 2018.

A lei estadual 13.226/2008 garante que o cidadão paulista que não desejar receber esse tipo de ligação se cadastre diretamente no site para evitá-las. Os números usados para elaborar a lista têm como base as denúncias feitas por consumidores que tiveram sua escolha desrespeitada. Somente as três primeiras colocadas fizeram mais de 4 mil ligações indevidas até abril de 2019 — em 2018, as três foram responsáveis por mais de 10 mil contatos não-autorizados.

Desde que a lei entrou em vigor, mais de 2 milhões de consumidores cadastraram seus números de telefone para não receber essas chamadas de telemarketing. Desses, cerca de 100 mil registraram denúncias de desrespeito à decisão por parte de empresas.

Em 2018, 20 empresas foram multadas em mais de R$ 80 milhões pelo Procon-SP (até abril de 2019, as infrações já levaram à distribuição de punições que somam quase R$ 13 milhões). Para que a entidade apure as irregularidades cometidas e aplique as penalidades, é essencial que o consumidor denuncie as companhias que usam essa prática.

Créditos: Procon SP

Os comentários estão encerrados.

Dúvidas? Confira nosso FAQ