Em 2020, a pandemia do coronavírus surpreendeu a todos e obrigou o varejo a passar por diversas mudanças repentinamente e muitos comércios precisaram fechar suas portas. Não foram apenas lojas físicas que mudaram seus comportamentos, os consumidores também tiveram de se adaptar. Cerca de 7,3 milhões de brasileiros compraram pela primeira vez no e-commerce no ano passado.

Muitos consumidores gostas de fazer suas compras nas lojas físicas pela experiência que elas proporcionam. As lojas físicas oferecem vários elementos que não podem ser reproduzidos online, pontos de vendas físicos podem ser utilizados com pontos de encontro, clientes podem comprar em grupos, desta forma os compradores se tornam fãs.

Dependendo do ritmo de evolução ou contenção do covid-19, pode-se ter momentos de aberturas ou fechamentos das lojas, ou seja, 2021 é um ano de incertezas. Acredita-se que as lojas físicas têm futuro sim, e que provavelmente serão novamente exaltadas como o grande ponto de experiência entre marcas e consumidores no pós-pandemia.

Enquanto as incertezas do mundo durante a pandemia permanecerem, as lojas online continuarão como primeira opção de compras para os consumidores.

Os comentários estão encerrados.

Dúvidas? Confira nosso FAQ