Não ofereça apenas produtos, mas serviços e experiências também

Quantas vezes você já ouviu um atendente de uma loja lhe oferecendo um produto apenas por estar na promoção? Eu imagino que não tenham sido poucas. Precisa de um livro de receitas salgadas? Mas porque não levar um combo com dois livros do confeiteiro mais famoso do Brasil? Está na promoção até hoje, afinal os docinhos estão com tudo… Mas não, não foi isso que você pediu. Essa é a grande diferença entre vender o que o cliente está procurando e proporcionar alternativas que irão agregar na busca dele, talvez recomendar um curso de culinária que trará o benefício de ter o mesmo livro por um fácil acesso.
Trata-se de uma prática simples e consciente, sem forçar algo que não tem propósito. Segundo Cesar Souza, presidente da Empreenda Consultoria, evitar uma compulsão imediata de querer vender um produto só por vender é o primeiro passo para o sucesso. Pois caso contrário, tal compulsão pode gerar um consumo desnecessário e acumulativo, causando muitos arrependimentos. Cesar sugere algumas dicas para controlar essa ansiedade por parte do vendedor, e são as seguintes:

  • Passe a entender o cliente e suas reais necessidades e o que eles realmente valorizam
  • Atenda sempre de forma transparente e sincera, como se você estivesse comprando aquele produto. Um vendedor com pressa e impaciente afasta novos compradores!
  • Teste alternativas que vão além do produto em si, dê sugestões de outras experiências aque poderão agregar o mesmo valor que o material.
    Ele acaba com uma sequência que segundo o empreendedor, deve ser sempre lembrada: Entenda, atenda e ofereça.

Os comentários estão encerrados.

Dúvidas? Confira nosso FAQ