Varejo 2021: projeções, mudanças e desafios

O ano de 2020 trouxe muitas mudanças para todos. Os impactos econômicos causados pela pandemia do coronavírus foram surpreendentes, intensos e rápidos. Agora em 2021, com a economia tentando se recuperar, quais serão as projeções, mudanças e desafios para o varejo?

De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o varejo vem crescendo e fechou com crescimento de 5,3% em 2020. Porém, o volume de vendas atualmente ainda se encontra 6,5% abaixo do esperado. A projeção é que o setor supere plenamente a crise em 2021.

Apesar de mais de 135 mil lojas aderirem às vendas pelo comércio eletrônico, o varejo ainda é o setor que menos utiliza tecnologia em seu dia a dia.  Algumas mudanças previstas para esta área neste ano são a digitalização do médio e pequeno negócio, novas tecnologias de pagamento, inteligência artificial para o varejo, experiência completa no e-commerce, personalização de conteúdo, análise de dados para estratégias e plataforma de gestão para centrais de negócios.

Neste ano, o varejo enfrenta diversos desafios, como a integração nas plataformas digitais, o pagamento instantâneo, a redução do número de profissionais nas empresas, a dinâmica do home office, e principalmente o planejamento. O planejamento é fundamental, pois trata-se da inteligência do negócio, algo vital para o sucesso da companhia. Pode parecer perda de tempo, mas com ele ganha-se agilidade e sobra mais tempo para focar e cuidar do que realmente é importante.

Apesar de, neste momento, estarmos em fase vermelha na pandemia, vale lembrar que com o início da vacinação no Brasil, a esperança é que setores como turismo, lazer e alimentação fora de casa retomem plenamente suas atividades, e que o mundo retome o crescimento econômico em 2021.

Os comentários estão encerrados.

Dúvidas? Confira nosso FAQ