Apesar de os Millenials terem sido o foco nos últimos anos, é a Geração Z que tem movimentado grande parte dos estudos de marketing atualmente. Com o envelhecimento dos Millenials, é preciso entender melhor os jovens que estão chegando ao mercado e devem direcionar como as marcas precisam se comportar.

Nascida entre 1995 e 2010, a Geração Z compreende um grupo etário que basicamente já veio ao mundo digital, conectado e cresceu com um celular na mão. Sem nunca terem vivido sem internet, não existe para eles diferença entre on-line e off-line.

A partir dessas premissas, as empresas precisam compreender o que traz valor para esses jovens e quais são os tipos de relacionamento que eles podem construir com as marcas. Mais do que estabelecer uma relação de compra, esta geração quer que as marcas os representem.

Estima-se que esses jovens possuam um poder de compra de US$44 bilhões, segundo o IBM Institute for Business Value. 

Um outro estudo da IBM mostra que 93% das pessoas da Geração Z influenciam as decisões de compra da família, principalmente quando se trata de produtos como bebida, comida, mobiliário e itens para a casa. 

Diferentemente de gerações anteriores, os jovens dessa faixa etária não gostam de ficar presos a um computador. O símbolo deles é o smartphone, por garantir a mobilidade e agilidade que desejam.

Os novos consumidores buscam cada vez mais uma interação baseada nos valores e propósitos que as marcas compartilham. São pessoas que irão incentivar e enaltecer ações de empresas que gerem impacto social significativo. 

Humanização e personalização são tendências básicas para essa geração que todas as empresas deveriam oferecer. Isso significa ir além da publicidade tradicional, colocando em prática o discurso da marca a partir do atendimento humanizado na jornada de compra inteira.

Como fruto de uma época cheia de crises econômicas, sociais e políticas, a Geração Z tem uma visão muito mais realista das coisas. Isso os torna consumidores mais racionais, cautelosos e adeptos do pensamento lógico.

Fique atento a esses fatores e comece a pensar em suas estratégias com objetivo de vendar para a geração Z.

Os comentários estão encerrados.

Dúvidas? Confira nosso FAQ